21 de fevereiro de 2011


A minha alma está muito mais leve agora que já não estás nela.
Todos os momentos que julguei verdadeiros foram apenas pequenas ilusões criadas para aconchegar o meu coração, para ele não se sentir sozinho.
Não tenho saudades de nada do que representavas, mas o meu masoquismo permite-me ter saudades de todas as esperanças que tinha enquanto procurava o meu final feliz. De todas as suposições que me alimentavam os sonhos impossiveis de alcançar. 
Achei que era o meu momento. Achei que podia ser o meu final feliz. Então criei estes sentimentos todos à tua volta. 
Agora que já não estás na minha alma, agora que ela está muito mais leve, tenho saudades da esperança que representavas. Mas é só isso. Não tenho saudades tuas. Não foste assim tão importante para perdurares no meu coração.

7 comentários:

Margarida C' disse...

sei bem o que isso é, e ainda não te contei a historia toda

A Menina de Marte e a Menina da Terra disse...

obrigada por seguires.
e gostei do texto, demonstra que és uma pessoa forte que n se deixa abalar por uma simples relação acabada.

Marte

Mar disse...

lindo +.+

Charlyn Joplin disse...

isto é-me familiar. também me aconteceu precisamente o mesmo!

Nicole disse...

Adorei *.*
Vou seguir.te *
Beijinhos*

Maria disse...

Gostei do texto *.*
Em certas circunstâncias muitas de nós deviamos ser assim como tu, seguir em frente e tirar algumas pessoas do nosso coração*

A Menina de Marte e a Menina da Terra disse...

Muito obrigada filipa, mesmo!
E como já disse adorei o teu texto.
Actualiza o teu blog, adorava ver-te a escrever mais :)



Marte